top of page

O que você come na gestação impacta o seu bebê por toda a vida


Gestar é como cultivar. Quando um agricultor coloca na terra uma semente de tomate ou cenoura, estas sementes já contêm toda a informação genética para crescer e se tornar uma planta que dá frutos, não é mesmo? Mas o ambiente em que esta semente se desenvolve é vital para o sucesso desta planta.


Se o agricultor não regar a planta de forma adequada, a semente não crescerá.

Se ele não adubar e garantir que o solo está cheio de nutrientes, a semente não se desenvolverá.

Se não escolher um local com luz solar adequada, a semente não se tornará uma planta que dá frutos.


Um excelente agricultor sabe o que fazer para que a planta não somente para SOBREVIVA, mas para PROSPERE com muitos frutos.


Acontece a mesma coisa com um bebê na barriga de sua mãe. A informação genética que formou aquele embrião é importante, mas não basta "cruzar os braços" e esperar que o bebê se desenvolva sozinho sem o ambiente e nutrientes adequados. Não queremos que nossos nenens apenas nasçam com vida, queremos que eles atinjam todo o seu potencial e tenham as melhores chances de uma vida saudável e feliz, não é mesmo?



Diabetes, obesidade, desequilíbrios hormonais e doenças do coração estão cada vez mais frequentes em crianças e adolescentes.


As evidências científicas e nossa história estão confirmando que hábitos de saúde inadequados durante a gestação aumentam as chances dos bebês desenvolverem estas doenças crônicas na infância, adolescência e vida adulta.


Não me entenda mal...


... é claro que nós não temos o controle de tudo o que acontece com o bebê dentro da barriga. Sua idade, sua genética e o histórico familiar de doenças são alguns exemplos de coisas que não podemos controlar. Mas existem sim coisas que estão dentro do seu controle e o impacto delas é imenso!

Exercício, sono, exposição a toxinas e manejo de estresse são super importantes para o desenvolvimento do bebê dentro do útero. Mas a principal arma que você tem para lutar pela saúde do seu filho é sua alimentação.




Programação Fetal propõe que uma alimentação inadequada durante a gravidez pode prejudicar o desenvolvimento do bebê e causar mudanças metabólicas para o resto da vida, aumentando o risco de doenças como diabetes, doenças cardiovasculares, pressão alta e obesidade.


Pesquisadores têm descoberto que genes podem ser "ligados" ou "desligados" dentro do útero da mãe, dependendo do ambiente e da oferta nutrientes. Igual a sementinha na terra, lembra?


Olha como a alimentação da mamãe é poderosa aqui: "genes ruins" podem ser minimizados com boa alimentação e hábitos de vida! E por outro lado, até "genes bons" pode ser desligados em certo grau com hábitos não saudáveis.


Mamãe, você tem o poder de diminuir as chances do seu filho desenvolver diversas doenças crônicas! E mais: você tem o poder de diminuir as suas chances de ter parto prematuro, anemia, pré-eclâmpsia, diabetes gestacional e ganho de peso inadequado.


Diante disso, você tem duas escolhas.


1. Ficar nervosa ou medrosa com o peso da responsabilidade e escolher ignorar estas informações, o que pode levar a uma gestação desconfortável e até mesmo perigosa para mãe e bebê.


2. Entender o seu poder e fazer tudo o que estiver ao seu alcance para dar as melhores saúde e qualidade de vida para você e seu bebê.


Se você escolheu a opção 2, então eu posso te ajudar! Se você quer saber como preparar o seu corpo e cuidar do seu bebê ainda na gestação, eu te convido para estar comigo nos dias 06, 07 e 08 de maio às 20h, na “Jornada Comer por Dois”.


50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Комментарии


bottom of page