• amandabutten6

Abobrinha: tudo o que você precisa saber | Nutrição, Conservação, Receitas


De canelone a ratatouille, a abobrinha aparece em pratos de todo o mundo. É chamada de abobrinha realmente por ser um diminutivo de abóbora, pois era conhecida como abóbora de verão e era menor que a abóbora laranja. Foram os italianos que definiram isto nos anos 1800 e o nome pegou até hoje!


A abobrinha é da família das abóboras, dos melões e pepinos. Curiosamente ela pode crescer até mais de 1 metro, mas geralmente são colhidas antes de amadurecer então ficam menores, em torno de 20 cm. A abobrinha pode ser a italiana, a menina, a libanesa a brasileira, o que muda entre as diferentes variedade de abobrinhas geralmente é o formato e o tom de verde da casca.


Abobrinha é conhecida na cozinha como um vegetal, mas, tecnicamente, é uma fruto. Ela apresenta diversas variações de cor - vai do amarelo ao verde escuro - sendo a verde clara a mais comum aqui no Brasil.


No post a seguir, vou contar para vocês sobre as características nutricionais da abobrinha, bem como seus usos culinários, dicas de armazenamento e adaptações para servir esse vegetal desde bebês até adultos.



Composição Nutricional da Abobrinha


Em 100g de abobrinha, temos:

  • 24 kcal de Energia;

  • 1g de Proteínas;

  • 0,2g de Lipídios;

  • 5,5g de Carboidratos;

  • 0,4g de Fibra Alimentar;


Pouco calórica e rica em fibras, carotenóides, vitaminas e minerais; a abobrinha é uma aliada para quem busca uma dieta equilibrada e até mesmo para reduzir o risco de algumas doenças.


Apresenta pequenas quantidades de ferro, cálcio, zinco e vitaminas do complexo B. Um destaque para a presença de carotenóides, o que pode ajudar na saúde da visão e na imunidade.


Além disso, os carotenóides são potentes antioxidantes, fator importante para combater os radicais livres em nosso organismo. Esse aporte de antioxidantes é importante para a saúde dos olhos, do coração e da pele. Bem como para reduzir o risco de câncer, como o de próstata.


É rica em água e fibras. Compostos que podem promover uma digestão saudável, reduzindo o risco de constipação e sintomas de distúrbios intestinais (Síndrome do Intestino Irritável, Doença de Chron e Colite Ulcerativa).


Como escolher Abobrinhas?


Se você estiver no mercado ou na feira (onde tem mais variedade de abobrinhas!) escolha aquelas que mantenham a casca íntegra, sem nenhum pedaço amassado ou com furos.


Dê preferência para as abobrinha firmes - se a casca estiver macia é porque não está boa - e com cores verde brilhante ou amarelo (conforme a sua variedade).

A abobrinha deve ser nova e pequena, de 15 a 20 cm de comprimento, pois assim contém menos água e mais sabor!



Como higienizar e armazenar?


Para higienizar: deixe a abobrinha de molho em uma solução de água com água sanitária ou água e hipoclorito. Siga as instruções de diluição indicadas no rótulo da Água Sanitária ou Hipoclorito (os rótulos também indicarão se aqueles produtos são adequados para higienização de alimentos). Depois do remolho adequado, enxágüe com água corrente em abundância, lavando bem a abobrinha.


Seque a abobrinha com um pano de prato limpo e armazene em um pote hermético enrolada em panos de prato limpos ou papel toalha na parte inferior da geladeira, por 7 a 12 dias.

Posso congelar abobrinha? Sim. Você deve congelar a abobrinha branqueada, especialmente para receitas em que seja cozida, pois a abobrinha é rica em água e pode perder a textura. Congele por até 12 meses. Temos várias sugestões de receitas aqui no site!

Ideias de Receitas com Abobrinha


A abobrinha é um ingrediente versátil e fácil de adicionar a dieta, pode ser utilizada crua ou cozida. Lá vão algumas ideias:

Abaixo eu coloquei as minhas receitas favoritas com abobrinha aqui do site! Mas se você escrever "abobrinha" no campo de busca do site, encontra ainda mais ideias!


Abobrinha costuma dar alergia?


Não! A alergia a abobrinha é muito rara.


Abobrinha para Bebês


Quando posso introduzir a Abobrinha?

Desde o início da Introdução Alimentar! Isso ocorre quando o bebê tem todos os Sinais de Prontidão, incluindo ter completado 6 meses de idade! Assista o vídeo para entender direitinho esses sinais: https://youtu.be/Wxypqpyu6X8.


É saudável para bebês?

Sim! A abobrinha é rica em betacaroteno, que nosso corpo transforma em vitamina A e é essencial para potencializar a imunidade e a saúde da visão. Também tem vitamina C, que ajuda na absorção do Ferro, bem com outras vitaminas e minerais importantes para a saúde do bebê: vitamina B6, folato, vitamina K e Cobre.


No almoço e no jantar do bebê sugerimos sempre 5 grupos alimentares:

  • Grãos, tubérculos e cereais;

  • Leguminosas;

  • Carnes, Frango, Ovos, Peixes, Vísceras;

  • Hortaliças Coloridas;

  • Hortaliças Verdes Escuras.

A abobrinha é uma representante do grupo das hortaliças coloridas, por isso é muito legal para entrar no cardápio.



Como oferecer a abobrinha para bebês no método de papinhas?

Você pode cozinhar, assar ou refogar a abobrinha até que ela esteja com a textura macia o suficiente para que você possa amassar. Amasse levemente até que forme um purê grosso com pedacinhos. Não precisa tirar a casca ou as sementes, elas não apresentam nenhum risco de engasgo.


À cada dia amasse menos, deixando cada vez mais pedacinhos maiores de abobrinha. Para entender essa evolução de consistências, assista o vídeo: https://youtu.be/cfhdA3T2ZfM. Com 9 meses, já esperamos que o bebê esteja comendo a abobrinha em pedaços, sem precisar amassar nada!


Tempere com alho, azeite, cebola, páprica, açafrão, pimenta de cheiro etc.


Como oferecer a abobrinha para bebês no BLW?

Ofereça a abobrinha de forma que o bebê consiga levar à boca sozinho: em forma de palitos e pedaços bem macios. Não precisa tirar a casca ou as sementes, elas não apresentam nenhum risco de engasgo.


Bebês entre (6-9 meses): em formato de tiras/palitos cozinhe, grelhe, refogue ou asse a abobrinha até que atinja uma consistência macia. Não se preocupe em descascar, nessa idade eles ainda não tem força na mandíbula o suficiente para morder a casca.


Depois que o bebê tiver a habilidade de pinça (entre 9 e 12 meses): diminua o tamanho das tiras para pedaços cozidos e pequenos. Outra forma de oferecer a abobrinha é ralada, sozinha ou acompanhada de outros alimentos, em uma colher, quando o bebê estiver desenvolvendo a habilidade de usar os talheres.


A abobrinha também pode ser oferecida como:

- Pão ou salgado;

- Recheada com carne moída;

- Fettucine à bolonhesa





131 visualizações0 comentário