• amandabutten6

Berinjela: tudo o que você precisa saber | Nutrição, Conservação, Receitas


A Berinjela, ou Beringela, pertence a família Solanaceae, junto com o tomate, pimenta, pimentão, batata e jiló. Foi trazida ao Brasil pelos imigrantes árabes. É usada como verdura ou hortaliça em diversas receitas, desde o babaganoush, passando pelas receitas de salada, empanada, assada, até em formato de lasanha. É um ingrediente bem versátil!


A berinjela possui variações de tamanho e cor, apesar da mais comum ser com pele roxo escuro e brilhante, também existem nas cores vermelha, verde e pretas.



A berinjela é conhecida como um vegetal, mas na verdade é uma fruto. Ela cresce a partir da planta com flores e possui sementes.


Além de trazer cores e texturas únicas às receitas, a berinjela traz uma série de benefícios para a saúde.


No post a seguir, vou contar para vocês sobre as características nutricionais da berinjela, bem como seus usos culinários, dicas de armazenamento e adaptações para servir esse vegetal desde bebês até adultos.




Composição Nutricional da Berinjela


Em 100g de berinjela, temos:

  • 27 kcal de Energia;

  • 1g de Proteínas;

  • 0,3g de Lipídios;

  • 6,3g de Carboidratos;

  • 1,2g de Fibra Alimentar;


A berinjela é densa em micronutrientes, ou seja, em uma porção apresenta poucas calorias e boa quantidade de vitaminas, minerais e fibras. Um destaque é a presença de Manganês, um mineral importante para o desenvolvimento da estrutura óssea e para regular o metabolismo.


O conteúdo de fibras é importante para regular o intestino e reduzir os níveis de açúcar no sangue. Por ter poucas calorias e bom aporte de fibras, é um ótimo ingrediente para ser utilizado em dietas de emagrecimento!


Apresenta pequenas quantidades de folato, potássio, vitamina C e vitamina K. Além disso, é rica em antocianinas, um pigmento com propriedades antioxidantes, que são substâncias que ajudam a proteger o corpo de danos causados por radicais livres e por consequência previnem doenças crônicas, como doenças cardíacas e câncer.


Alguns estudos em animais demonstraram que a berinjela tem efeito protetor no coração, podendo melhorar a função cardíaca e reduzir os níveis séricos de LDL e triglicerídeos.


Babaganoush


Como escolher a Berinjela?


Quando for comprar berinjela na feira ou no mercado, independente da variedade, ela deve parecer pesada para o seu tamanho, não hesite em pegar mais de uma para comparar.


A pele deve estar brilhante e esticada, a falta de brilho é um sinal de que ela já foi colhida há muito tempo, e o tempo é inimigo da berinjela: acentua o sabor amargo.


O caule deve estar bem verde, livre de qualquer mofo ou hematomas.


Atenção a consistência também: deve estar firme, não esponjosa e muito menos mole. Além disso, as berinjelas menores tendem a ser menos amargas pois geralmente tem menos sementes, e são elas que trazem a amargura ao vegetal.



Como higienizar e armazenar?


Para higienizar: deixe a berinjela de molho em uma solução de água com água sanitária ou água e hipoclorito. Siga as instruções de diluição indicadas no rótulo da Água Sanitária ou Hipoclorito (os rótulos também indicarão se aqueles produtos são adequados para higienização de alimentos). Depois do remolho adequado, enxágüe com água corrente em abundância, lavando bem a berinjela.


Seque a berinjela com um pano de prato limpo e armazene em um pote hermético na parte inferior da geladeira, por 5 a 7 dias.


Posso congelar berinjela? Sim. Você deve congelar a berinjela branqueada, pois ela é rica em água e pode perder a textura. Já congele em fatias, rodelas ou em purê. Dura até 12 meses no freezer. Temos várias sugestões de receitas aqui no site!

Ideias de Receitas com Berinjela


A berinjela é um ingrediente versátil e fácil de adicionar a dieta, pode ser assada, cozida, incrementada em molhos, patês... Lá vão algumas ideias:

Abaixo eu coloquei as minhas receitas favoritas com berinjela aqui do site! Mas se você escrever "berinjela" no campo de busca do site, encontra ainda mais ideias!



Berinjela costuma dar alergia?


Não! A alergia a berinjela é muito rara.


Berinjela para Bebês


Quando posso introduzir a Berinjela?

Desde o início da Introdução Alimentar! Isso ocorre quando o bebê tem todos os Sinais de Prontidão, incluindo ter completado 6 meses de idade! Assista o vídeo para entender direitinho esses sinais: https://youtu.be/Wxypqpyu6X8.


É saudável para bebês?

Sim! A berinjela é rica em vitamina B6 e Fibras, compostos essenciais para os bebês e que podem beneficiar a digestão e fortalecer a microbiota intestinal. Também é rica em polifenóis, nutrientes antioxidantes que estão ligados a saúde cardíaca, a imunidade e ao metabolismo saudável.


No almoço e no jantar do bebê sugerimos sempre 5 grupos alimentares:

  • Grãos, tubérculos e cereais;

  • Leguminosas;

  • Carnes, Frango, Ovos, Peixes, Vísceras;

  • Hortaliças Coloridas;

  • Hortaliças Verdes Escuras.

A berinjela é uma representante do grupo das hortaliças coloridas, por isso é muito legal para entrar no cardápio.



Como oferecer a berinjela para bebês no método de papinhas?

Cozinhe bem a berinjela até que ela esteja com a textura macia o suficiente para que você possa amassar bem. Lembrando que ela cozinha super rápido! Se quiser, só grelhe ou asse a berinjela levemente com azeite e amasse depois.


Você também pode preparar um creme a base de berinjela: o babaganoush.


À cada dia amasse menos, deixando cada vez mais pedacinhos maiores de berinjela. Para entender essa evolução de consistências, assista o vídeo: https://youtu.be/cfhdA3T2ZfM.


Tempere com alho, azeite, cebola, páprica, cebola, etc. Você também pode, eventualmente, à medida que a IA vai se desenvolvendo, ir misturando a berinjela cozida no ovo mexido, no arroz, na carne de panela...

Berinjela assada em rodelas


Como oferecer a berinjela para bebês no BLW?

Ofereça a berinjela de forma que o bebê consiga levar à boca sozinho: em forma de palitos e pedaços grandes bem macios (cozidos, ao vapor, grelhados, assados).


Bebês entre (6-9 meses): em formato de tiras/palitos cozinhe até que atinja uma consistência macia. Ofereça também em em forma de patê: o famoso babaganoush. O importante é a berinjela estar macia o suficiente para o bebê pegar com as mãos ou em uma colher pré carregada. Não precisa retirar a casca de palitos de berinjela, o bebê roerá a polpa cozida e deixará/cuspirá a casca. A casca ajuda a manter a integridade do palito de berinjela na hora do bebê se alimentar.


Outra ideia para facilitar na hora do bebê comer é fazer a berinjela empanada em farinha de rosca ou aveia e assada. Isso fará com que fique mais fácil levar à boca os pedaços de berinjela sem que ela escorregue da mão ou que seja amassada demais sem querer pelas mãos do bebê.


Depois que o bebê tiver a habilidade de pinça (entre 9 e 12 meses): diminua o tamanho das tiras para pedaços cozidos e pequenos.


Outra forma de oferecer é em preparações onde está incorporada: carne de panela ou carne moída, omeletes, lasanha de berinjela... sozinha ou acompanhada de outros alimentos, a berinjela pode ser oferecida em uma colher, quando o bebê estiver desenvolvendo a habilidade de usar os talheres.


12 a 24 meses de idade: experiente uma variedade de cortes, texturas e preparações de berinjela! Os pratos de berinjela recheados são populares em todo o mundo e muito versáteis. Nessa idade, não há mais a necessidade de omitir o sal.

Na foto abaixo está ilustrada uma forma de fazer barcas de berinjela, assim a criança pode retirar a polpa com uma colher, o que já ajuda a desenvolver a habilidade de manusear os talheres (e os maiorzinhos costumam se divertir assim).








202 visualizações0 comentário