• amandabutten6

Inhame ou Cará: tudo o que você precisa saber | Nutrição, Conservação, Receitas


Inhame, Cará, Inhame-branco... Esse alimento tem muitos nomes e pertence ao gênero Dioscorea. Ele é um tubérculo (uma raiz), assim como a mandioquinha, a batata inglesa e a batata doce. E na verdade o Inhame é um dos tubérculos mais ricos nutricionalmente, não faz sentido ele ser ignorado, né?


Teve como origem a África e a Ásia, mas hoje em dia é facilmente encontrado por aqui. O seu tamanho e formato pode variar bastante, podendo chegar a 1,5m de comprimento.



Os inhames são cilíndricos, tem pele marrom e peludinha. Apesar de não aparentar, são fáceis de descascar. A cor do seu interior varia em branco, amarelo ou roxo.


É um tubérculo rico em cálcio, fósforo, potássio, ferro e pró vitamina A e é pouco calórico. As variações do inhame não se diferenciam muito nutricionalmente. Tá vendo como ele é uma beleza? Se você quiser ideias para usar o Inhame no dia a dia, lá vão algumas: leite de inhame, nhoque, purê, inhame assado com queijo, pão caseiro... São muitas opções!


No post a seguir, vou contar para vocês sobre as características nutricionais do Inhame, bem como seus usos culinários, dicas de armazenamento e adaptações para servir esse vegetal desde bebês até adultos.


 

Composição Nutricional do Inhame


Em 100g de inhame cru, temos:

  • 97 kcal de Energia;

  • 2,1g de Proteínas;

  • 0,2g de Lipídios;

  • 23,2g de Carboidratos;

  • 1,7g de Fibra Alimentar;

  • 568mg de Potássio

O inhame é um tubérculo pouco calórico e denso em nutrientes. Os inhames estão ligados a vários benefícios para a saúde e podem contribuir para a saúde do cérebro e reduzir a inflamação do corpo.


É particularmente rico em Potássio, Manganês, Cobre e Antioxidantes. Estes minerais e os antioxidantes conferem muitos benefícios à saúde, desde a prevenção de alguns tipos de câncer até a melhora na digestão.


Contêm um composto chamado diosgenina que pode melhorar a memória e a atividade cerebral. Esse mesmo composto está sendo estudado por ter uma correlação com a melhora dos sintomas da menopausa, mas ainda é necessário mais estudos.


É um ingrediente versátil, fácil de preparar e é um bom vegetal para incluir na dieta em pratos doces ou salgados. Aqui no blog eu ensinei a fazer um delicioso pão caseiro de inhame.


 

Como escolher o Inhame?


Quando for comprar inhame, independente da variedade, ela deve estar firme ao toque e sem rachaduras. Apesar da casca do inhame ser cabeludinha e texturizada, ela não deve estar enrugada.


A casca deve estar íntegra, sem manchas, furos e nem brotos.



Como higienizar e armazenar?


Para higienizar: deixe o inhame de molho em uma solução de água com água sanitária ou água e hipoclorito. Siga as instruções de diluição indicadas no rótulo da Água Sanitária ou Hipoclorito (os rótulos também indicarão se aqueles produtos são adequados para higienização de alimentos). Depois do remolho adequado, enxágüe com água corrente em abundância, lavando bem o inhame.


Seque o inhame com um pano de prato limpo e armazene em uma área seca, fresca, e bem ventilada, longe da umidade, por até 3 semanas. Evite guardar o inhame cru ou embrulhado, isso pode incentivar a deterioração e o seu tubérculo pode estragar mais rápido.


Se for armazenar na geladeira, cozinhe antes. Dura até 5 dias.


Posso congelar? Sim. Nunca congele o inhame cru. Você deve cozinhá-lo primeiro antes de congelar. Já em pedaços ou em purê. Dura até 12 meses no freezer. Temos várias sugestões de receitas aqui no site!

Aqui vão algumas ideias de receitas com inhame para você congelar:


- Nhoque de Inhame

- Pão Caseiro de Inhame

- Pãezinhos de Abóbora com Inhame,

 

Ideias de Receitas com Inhame


O inhame é um ingrediente versátil e fácil de adicionar a dieta, pode ser assado, cozido, purê, pães... Lá vão algumas ideias:

Abaixo eu coloquei a minha receita favorita com inhame aqui do site! Mas se você escrever "inhame" no campo de busca do site, encontra ainda mais ideias!


 

Inhame costuma dar alergia?


É comum que o inhame cause reações de ardência e coceira na pele e na garganta na sua forma crua. Para evitar isso, cozinhe o inhame antes de descascar e consuma o inhame somente cozido.

 

Inhame para Bebês


Quando posso introduzir o Inhame?

Desde o início da Introdução Alimentar! Isso ocorre quando o bebê tem todos os Sinais de Prontidão, incluindo ter completado 6 meses de idade! Assista o vídeo para entender direitinho esses sinais: https://youtu.be/Wxypqpyu6X8.


É saudável para bebês?

Sim! O inhame é um vegetal denso em carboidratos e rico em fibras. Tem boas quantidades de vitamina B e vitamina C, além de ser uma boa fonte de potássio. O inhame fornece antioxidantes e ajuda a fortalecer a imunidade.


No almoço e no jantar do bebê sugerimos sempre 5 grupos alimentares:

  • Grãos, tubérculos e cereais;

  • Leguminosas;

  • Carnes, Frango, Ovos, Peixes, Vísceras;

  • Hortaliças Coloridas;

  • Hortaliças Verdes Escuras.

O inhame é um representante do grupo de tubérculos e é um ótimo alimento para entrar no cardápio.

 

Como oferecer o inhame para bebês no método de papinhas?

Cozinhe bem o inhame até que ele esteja com a textura macia o suficiente para que você possa amassar bem e formar um purê.


À cada dia amasse menos, deixando cada vez mais pedacinhos maiores de inhame. Para entender essa evolução de consistências, assista o vídeo: https://youtu.be/cfhdA3T2ZfM.


Tempere com alho, azeite, cebola, noz moscada, etc. Você também pode adicionar alguma outra fonte de gordura: manteiga, leite de coco, azeite, assim você adiciona sabor e enriquece nutricionalmente a preparação.

Purê de Inhame

 

Como oferecer o inhame para bebês no BLW?

Ofereça o inhame bem cozido (deve ser possível amassar com os dedos), de forma que o bebê consiga levar à boca sozinho.


Bebês entre (6-9 meses): cozinhe o inhame até ficar macio. Corte em formato de tiras/palitos ou amasse levemente. O importante é o inhame estar macio o suficiente para o bebê pegar com as mãos ou em uma colher pré carregada.


Depois que o bebê tiver a habilidade de pinça (entre 9 e 12 meses): diminua o tamanho das tiras para pedaços cozidos e pequenos. Você também pode oferecer em formatos de tiras par ao bebê exercitar a mordida e aprender a gerenciar pedaços maiores de comida. Também pode servir o purê de inhame para o bebê comer com as mãos ou um utensílio.


12 a 24 meses de idade: continue servido o inhame cozido sozinho ou como parte de outros pratos da família. Nessa idade, não há mais a necessidade de omitir o sal. Ofereça pedaços grandes de inhame cozido para desenvolver a habilidade de manusear os talheres, mostre como usar o garfo para espetar os pedaços de comida.


Pãezinhos de Abóbora com Inhame






828 visualizações0 comentário